TopAd-Desk
TopAd-Mob
Início Opinião Coluna | Era Sol que me faltava | Torne-se quem você é!

Coluna | Era Sol que me faltava | Torne-se quem você é!

Inspirada pela vida e obra de Friedrich Nietzsche – ora, quem diria, não é mesmo? – me ocorreu de recorrer a alguns de seus aforismas sobre a vida. Nietzsche dominou o estilo de escrita aforismático, em que foi capaz de anunciar grandes reflexões e pensamentos complexos em pequenas frases, parágrafos ou textos. Sem a necessidade de explicar exaustivamente suas ideias, acreditava que: “Aquilo que se pode deixar ao leitor, que se deixe ao leitor”.

Dessa forma, me sinto autorizada a fazer inferências afetivas sobre suas palavras. Começando por: “Torne-se quem você é” ¹. Ao que consta, esse trecho foi escrito da seguinte forma pelo poeta Píndaro: “Torne-se quem você é, tendo aprendido o que é isso”, e Nietzsche sempre adorou, sobretudo por pensar que havia muitas formas de ouvir a própria consciência, sendo isso imprescindível para tornar-se. Para tal, recomenda que suspeitemos sempre de nossas certezas. Pois, certezas podem ser oriundas de algo que aceitamos cegamente como certo e que pode nos ter sido carimbado quando crianças.

Notem a grandeza disso, certezas demais sempre nos estupidificam, sobretudo certezas que nem sabemos justificar ou esclarecer de onde vieram. É só abrindo mão de estados adquiridos de certezas inquestionáveis é que podemos ir além, ir adiante no pensamento, e, talvez, ir na direção de tornarmo-nos quem verdadeiramente somos.

Adiante, “O homem é uma ponte, não uma meta” ². Uma meta é um fim, um objetivo último, que pressupõe clareza e exatidão para saber que foi alcançado. E tendo sido alcançado, encontra um término. Uma ponte é um caminho estendido entre dois pontos, entre o animal e o além do homem – no caso de Nietzsche – entre um abandonar-se e um vir-a-ser. Entender-se como inacabado, como em constante processo, como uma transposição, trás desafios e confortos indispensáveis para uma vida em expansão, para uma vida que não quer conformidades. Ainda sobre pontes, Nietzsche nos diz: “Ninguém pode construir a ponte pela qual você deve atravessar o fluxo da vida, ninguém a não ser você mesmo” ³. Esse aforisma dedico especialmente aos meus pacientes, afinal, para que exista a chance de uma vida autêntica e responsável, é preciso construir a própria ponte, com o mínimo possível de opiniões e/ou fórmulas alheias.

Por fim, cito mais duas frases que tratam de viver corajosamente, primeiro: “Vivam perigosamente! Construam suas cidades nas encostas do Vesúvio”* e “Deve-se pegar uma linha ousada e perigosa com a existência: aconteça o que acontecer, nossa tendência é perde-la”**. Viver perto de um vulcão, com a eminência do desastre ou da morte perto da consciência todos os dias deve ser um forte estímulo a viver, a fruir, a aceitar o risco que está imbricado a vida e a realidade. Como a ideia de afastar dualismos é uma das maiores marcas da filosofia Nietzschiana, parece que ele nos sugere experimentar as camadas, as nuanças do que hoje nos é temeroso. E, por fim, ainda nos alerta para o fato de que perdemos a vida no final, independentemente de como a tenhamos vivido ou do tanto que tenhamos querido preservá-la. Descontinuamos, para nos reorganizamos de infinitas outras formas no cosmo, afinal, não somos só parte dele, nós o somos.

¹ Seção 270 de A gaia ciência

² Sessão 4 de Assim Falava Zaratustra

³ Sessão 1 de Considerações Extemporâneas

* Sessão 238 de A gaia Ciência

** Sessão 1 de Considerações Extemporâneas

Solange Kappes
Psicóloga CRP 12/15087
E-mail: [email protected]
Redes sociais:www.facebook.com/solange.kappes | Instagram: @solangekappes


A opinião dos colunistas não reflete necessariamente a visão do veículo. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

SideBarAd-Desk/Mob (custom)

MAIS LIDAS

Chapecó começa a vacinar crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19

Na manhã desta segunda-feira (17), a equipe de Vigilância Epidemiológica anunciou o início da aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19 em...

Pandemia fez um novo bilionário a cada 26 horas, diz Oxfam

Da Agência Brasil Enquanto a pandemia colocou na pobreza mais de 160 milhões de pessoas, um novo bilionário surgiu a cada 26 horas desde o...

“A maioria dos Heterossexuais são Homoafetivos” | Coluna: Era Sol que me faltava

Poucas coisas ofendem tanto um heterossexual que adora publicizar sua virilidade e dominância, do que sugerir que ele pode ser homoafetivo recalcado ou reprimido....

Sobe para 15 o número de regiões com alto nível de contágio de Covid-19 em SC

Da Secom Governo SC A Matriz de Risco Potencial Regionalizado divulgada no último sábado (15) aponta 15 regiões classificadas como risco potencial alto (cor amarelo)...
BaseAd-Desk
BaseAd-Mob